Linhas de financiamento disponíveis para operadores: antecipação de recebíveis e capital de giro

Você está precisando de dinheiro para a sua empresa? Aqui estão algumas modalidades de crédito que podem ajudar a impulsionar seu caixa

Você sabe a melhor alternativa para impulsionar o capital de giro de sua empresa?

Você sabe a melhor alternativa para impulsionar o capital de giro de sua empresa?

Esse é o segundo artigo da série sobre linhas de financiamento disponíveis para operadores de vending machine. Se você não leu a primeira parte, não deixe de conferir.

No primeiro artigo falamos sobre financiamento de máquinas e equipamentos, porém este novo artigo possui uma outra abordagem, visto que nem sempre o que você precisa é expandir a frota, adquirir mais máquinas ou equipamentos.

Às vezes, tudo que você precisa é reforçar o fluxo de caixa e ter mais dinheiro para crescer, contratar mais pessoal e aumentar os investimentos.

Toda empresa precisa de dinheiro para crescer, e muitas vezes é necessário recorrer a dinheiro de terceiros e financiamento para isso. Por isso, hoje vamos falar sobre a antecipação de recebíveis e o crédito para capital de giro.

Quando você pensar em como pode expandir a sua empresa, contratar pessoal, comprar mais matéria prima e, por que não investir em conhecimento, talvez você possa chegar à conclusão de que vai faltar dinheiro pra isso.

É justamente pensando nisso que existem essas modalidades de financiamento e acesso ao crédito para a sua empresa: a antecipação de recebíveis e o crédito de capital de giro.

Vamos entender um pouco mais sobre eles, e ver como eles podem ajudar a sua empresa a fomentar o capital de giro.

A antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis pode ser divididas em 3 modalidades:

  1. Antecipação de recebíveis em instituições financeiras.
  2. Factoring.
  3. FIDC – Fundo de Investimento em Direitos Creditórios.

Na teoria, a ideia é a mesma, mas na prática, envolvem metodologias, instituições e condições de acesso diferentes. Vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas.

#1. A antecipação de recebíveis

Antes de nos aprofundarmos sobre essa modalidade de crédito, a antecipação de recebíveis nada mais é do que a antecipação, em dinheiro, do valor que uma empresa tem para receber no futuro.

A antecipação de recebíveis é uma modalidade de crédito oferecida por instituições financeiras. Com ela, você pode antecipar valores a receber por seus clientes, em diversos títulos que podem ser antecipados.

Geralmente essa modalidade de crédito é feita no banco em que a sua empresa tem conta, e contratado diretamente com o seu gerente.

Obviamente, ao contratar a antecipação de recebíveis, o seu banco irá cobrar juros e outras taxas no valor a receber.

O que isso significa? Que o valor que você receberá antecipadamente do seu banco não é o mesmo valor do título, mas sim o valor deduzido de juros e as taxas que o seu banco cobra para a contratação do crédito.

Esse valor varia de banco pra banco, e é importante você pesquisar antes de contratar em qualquer instituição financeira.

Dentre os tipos de recebíveis que você pode antecipar, temos principalmente a antecipação de cheques e duplicatas.

Mas, as instituições não são o único lugar em que você pode antecipar títulos que tem a receber. Vamos para a próxima opção de antecipar recebíveis.

#2. Factoring

A factoring é uma atividade comercial, mista e atípica, que soma prestação de serviços à compra de ativos financeiros.

A operação de factoring é um mecanismo de fomento mercantil que possibilita à empresa fomentada vender seus créditos, gerados por suas vendas à prazo, a uma empresa de factoring.

O resultado disso é o recebimento imediato desses créditos futuros, o que aumenta seu poder de negociação, por exemplo, nas compras à vista de matéria-prima, pois a empresa não se descapitaliza.

A factoring não é um banco, mas sim uma empresa que compra seus recebíveis à vista, descontando o fator, que é o valor que a factoring cobra pela antecipação, mais juros e outras taxas.

Ela é uma alternativa para a antecipação de recebíveis, e uma opção, muitas vezes, mais rápida do que a instituição financeira, com menos burocracia, mas cobrando um valor maior.

De qualquer maneira, é uma opção viável, 100% legal e uma alternativa para a sua empresa recorrer à antecipação de recebíveis e conseguir crédito rápido.

O factoring é uma alternativa para antecipar os recebíveis de sua empresa.

O factoring é uma alternativa para antecipar os recebíveis de sua empresa.

#3. FIDC – Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) é um tipo de aplicação em que a maior parte dos recursos é destinada à aquisição de direitos creditórios.

Os direitos creditórios vem dos créditos que uma empresa tem a receber, como duplicatas, cheques, contratos de aluguel e outros.

O direito de recebimento desses créditos é negociável, quer dizer, a empresa o cede a terceiros e isso pode ser feito por meio de um FIDC.

Por isso, créditos originados de operações realizadas nos segmentos financeiro, comercial, industrial, imobiliário, de hipotecas, de arrendamento mercantil e de prestação de serviços podem ser transformados em cotas de FIDC.

Dessa maneira, a sua empresa pode escolher entre vender seus recebíveis para instituições financeiras, factoring ou FIDC, já que as 3 são alternativas de antecipar seus recebíveis.

Tudo que você precisa fazer é uma breve pesquisa para saber qual é a melhor opção para a sua empresa, quando você quiser antecipar seus recebíveis.

Agora que você já entendeu as suas opções em que poderá antecipar seus recebíveis, vamos falar um pouco sobre o crédito de capital de giro.

Crédito para capital de giro

A finalidade do crédito de capital de giro é atender às necessidades do caixa de sua empresa, comprar matérias-primas, estoque e mercadorias.

O crédito para capital de giro é uma modalidade de crédito que visa fomentar o seu capital de giro para ajudar a sua empresa a equilibrar as finanças.

De acordo com o Portal Brasil, o crédito para capital de giro é o mais procurado no Brasil, e por isso, certamente a sua empresa pode acabar precisando dele em algum momento.

Atualmente, mais de 200 instituições oferecem crédito de capital de giro para empresas, com taxas de juros que podem variar em até 6000% entre a mais barata para a mais cara.

Por conta disso, o empréstimo de capital de giro pode variar muito, e você precisa fazer uma busca e uma pesquisa em instituições financeiras antes de contratar.

Não contrate empréstimo de capital de giro sem pesquisar. As taxas de juros podem variar muito, e por conta disso, fará uma grande diferença no valor do empréstimo, e no custo efetivo total (valor total que você terá pago ao final do empréstimo).

Você está pronto para escolher a melhor modalidade de crédito para a sua empresa?

Agora que você já conhece mais algumas modalidades de crédito que podem ajudar a sua empresa a aumentar seu fluxo de caixa, lembre-se de usá-las com moderação.

A sua empresa pode precisar de crédito em algum momento, mas você não deve fazer disso um hábito.

Principalmente na antecipação de recebíveis, já que a venda dos recebíveis é algo muito rápido de ser feito, e pode ser tentador para muitas empresas, que acabam tornando o factoring uma prática recorrente.

É preciso lembrar que só é recomendado que você contrate crédito se realmente estiver precisando.

Caso contrário, você pode estar incorrendo em taxas de juros e outros valores que estão diminuindo o seu caixa, e assim perdendo dinheiro.

Agora que você já conhece melhor as opções para impulsionar o seu fluxo de caixa, está preparado para tomar a melhor decisão quando precisar de qualquer tipo de financiamento.

Você tem alguma dúvida? Escreva para a gente nos comentários. A sua dúvida pode ser o tema de nosso próximo artigo, e motivar ainda mais a nossa série de linhas de financiamento para operadores de vending machine.