Planilha gratuita para controlar sua operação de vending machines

Quanto maior seu controle operacional, maior a eficiência de suas vending machines. Aprenda a aumentar o controle e produtividade

Você está mantendo suas operações de vending sobre controle?

Você está mantendo suas operações de vending sob controle?

Este é o primeiro artigo do nosso blog. Não é à toa que o escolhemos, pois é um assunto muito especial para a AMLabs. Em nosso primeiro contato com vending machines há alguns anos, nosso objetivo era apresentar uma solução que fosse capaz de avaliar o resultado e a eficiência de uma operação de vending machines.

E a primeira pergunta que nos fizemos na ocasião foi: Quais são os parâmetros que precisamos para medir o resultado e a eficiência de uma operação?

Como qualquer empresa, o resultado depende das receitas e despesas. Ou seja, se queremos ganhar mais dinheiro, precisamos aumentar nossa receita ou então diminuir nossas despesas.

Há meios para aumentar a receita com renegociações de contrato, escolha dos produtos corretos e mais rentáveis, mais vendidos, etc… Mas também há meios para diminuir as despesas e isso se dá avaliando se os recursos empregados estão sendo bem utilizados.

Claro que para fazermos uma análise, precisamos primeiro definir o tipo de operação e o tipo de equipamento em questão. Para este primeiro artigo, iremos focar em máquinas que dispensam doses de bebidas quentes.

As máquinas de bebidas quentes possuem um detalhe muito importante que as difere de outros tipos de vending machines, que é a produção de doses a partir da matéria prima que são os insumos. Ou seja, você abastece a máquina com o café em grão ou em pó e a máquina produz a dose de café.

Portanto, falando sobre as despesas especificamente, podemos classificá-las em alguns grupos:

  • Impostos sobre faturamento (IR, PIS, COFINS…)
  • Custos operacionais (combustível, veículos, escritório, funcionários…)
  • Equipamentos (amortização e depreciação dos equipamentos)
  • CMV (custo dos insumos consumidos para produção das doses)
  • Perdas (perdas de inventário, vencimento, desvios de estoque e retiradas de dinheiro)

O controle bem feito dos gastos de cada uma dessas categorias implica diretamente no lucro da operação e é isso que iremos explorar na planilha gratuita exclusiva que disponibilizamos neste artigo. O controle da sua operação é essencial para saber o quanto você está deixando de ganhar e como você poderia otimizar a sua administração.

Pense comigo: Com qual frequência seu repositor abastece os equipamentos? Está tendo custos operacionais de manutenção devido a problemas corriqueiros de falta de higienização? Você considera os investimentos e os custos da aquisição dos equipamentos no seu resultado? O consumo de insumos está condizente com o faturamento e a configuração de gramatura das máquinas?

Responder estas perguntas é muito importante para seu controle. Em nossa experiência, constatamos que é complexo administrar mesmo uma operação com pouquíssimas máquinas, pois são muitos detalhes.

Enfim, qual seu resultado financeiro? Suas margens de lucro estão de acordo com suas expectativas?

Faça os cálculos utilizando nossa planilha. Assim você começa a dar os primeiros passos para ter um controle operacional completo, e a tornar a sua empresa cada vez mais profissionalizada.

O download da planilha é gratuito! Tenha mais controle da sua operação utilizando esta valiosa ferramenta que preparamos para você.

Contamos com seu comentário. Caso tenha dúvidas ou sugestões, não hesite em nos procurar. Sugestões para novos artigos são sempre muito bem-vindas. Lembrando que teremos um novo post toda quarta-feira, então até semana que vem!

download

  • Kdu

    Muito boa iniciativa! Vamos estar presentes aqui acompanhando teus textos. Baixei a planilha para testar a operacionalidade. Abs!

    • caiosaad

      Olá Kdu! Muito obrigado pelo apoio. Espero que a planilha seja útil para vocês. Se precisar de algum auxílio pode contar conosco. Abs!

  • Kdu

    Gostaria de saber qual o valor adequado a ser considerado no campo depreciação das máquinas? Abs!

    • caiosaad

      Olá Kdu! Esta é uma pergunta muito pertinente. Tanto o valor operacional quanto o valor dos equipamentos foram deixados de forma fixa na planilha, pois há várias maneiras de se calcular esses valores. Alias, este é um assunto que por si só poderia se encaixar em um novo artigo. A priori, para os equipamentos há o valor da amortização mensal, caso tenha sido feito um financiamento, e também pode-se colocar um valor de depreciação mensal conforme você mesmo questionou. No caso específico da depreciação para máquinas, recomendo utilizar o método de depreciação linear. Por exemplo, se o equipamento vale R$10.000,00 e estima-se uma vida útil de 6 anos (72 meses), você pode dividir o valor do equipamento pelo número de meses. No caso, 10000 / 72 = R$139,00 por mês.
      Vale salientar que esta minha recomendação não tem um embasamento contábil, nem é a única forma de se chegar a um valor adequado. Porém é uma das formas que outros operadores que já conversaram conosco tratam deste assunto. Espero ter ajudado. Qualquer outra dúvida fico à disposição. Abs!

  • Eduardo Diletto

    Caio. Realmente é uma excelente iniciativa. Baixei a planilha e achei-a muito boa.

    • caiosaad

      Olá Eduardo! Fico contente que tenha sido útil para vocês! Muito obrigado pelo apoio e aguardo sua visita. Um abraço!

  • Alexandre Leturiondo

    Realmente uma planilha completa! Com certeza vou acompanhar esse blog! Estou ainda estudando o segmento e muito entusiasmando,essa ferramenta vai ajudar sem dúvidas. Se algum colega poder me dar umas dicas sou muito e idéias meu email… jobsucesso@gmail.com meu nome é Alexandre.

    Grande Abs!