Como controlar melhor a inadimplência

A sua empresa começou a ter problemas para receber de seus clientes. E agora, o que fazer? Nós temos algumas dicas úteis

A inadimplência bateu em sua porta. E agora, o que fazer?

A inadimplência bateu em sua porta. E agora, o que fazer?

Em momentos de economia indecisa e turbulências no país, não apenas as grandes empresas saem perdendo. Na verdade, estamos diante de uma bola de neve.

Hoje, muitas pequenas empresas estão se deparando com seus primeiros atrasos e com seus primeiros problemas de inadimplência.

E, independente do mercado, hoje, operadores de vending machine & OCS estão precisando aprender a lidar com ela, e se aproximar de seus clientes atuais para melhorar o relacionamento.

Na cabeça de muitas empresas essa é a única maneira de vencer a inadimplência: melhorando o relacionamento com os clientes.

Existem muitas maneiras profissionais para controlar a inadimplência. Nós temos algumas dicas para ajudar você nessa tarefa.

#1.Histórico de crédito

Embora ferramentas de consulta de crédito estejam disponíveis há bastante tempo no mercado, são poucas as empresas que utilizam essas ferramentas.

Consultar o CPF / CNPJ do seu cliente antes de fechar um contrato pode te ajudar muito na hora de negociar condições de pagamento, ou até mesmo te ajudar a decidir se o novo contrato vale a pena para sua empresa ou te expõe a riscos desnecessários.

A Serasa Experian, por exemplo, é uma das diversas ferramentas disponíveis, que vendem o serviço de consulta.

Além disso, se possível, consulte outros fornecedores do seu potencial cliente, ou então peça referências bancárias antes de formalizar prazos arriscados de pagamento.

#2. Peça por um depósito adiantado

Se o pedido do seu cliente vai forçar você a comprar alguma coisa, não deixe de pedir um depósito adiantado para ele para que você possa cobrir pelo menos os custos mínimos.

Essa é uma prática normal em muitas empresas. Portanto não se acanhe em pedir isso. Solicitar um depósito pode ser a melhor maneira de viabilizar a sua compra em cima do pedido do seu cliente.

Quantas vezes um cliente já te fez um pedido, você deu o seu prazo, ele aceitou e você fez o pedido ao seu fornecedor ou fabricante, e no meio do caminho o seu cliente cancelou a compra?

Se você pedisse uma entrada para o seu cliente, nessas condições, poderia evitar que problemas como esse se repetissem.

No segmento de locação mais venda de insumos, por exemplo, veja que esta prática pode te proteger quando houver atraso no pagamento da locação, pois estando ciente desse atraso você pode interromper o fornecimento de insumos.

#3. Tenha um padrão de cobrança para sua empresa

A sua empresa precisa ter uma política de cobrança que faça com que os valores devidos sejam cobrados de seus clientes.

Experimente implementar uma rotina como a abaixo:

  • Dia 01: emita a fatura após a conclusão da venda.
  • Dia 03: chame para confirmar que a fatura foi recebida e aprovada.
  • Dia 25: envie um lembrete delicado via e-mail, com os detalhes da fatura, alguns dias antes do vencimento.
  • Dia 33: parece que houve um pouco de atraso. Pegue o telefone. Mostre o seu interesse e paciência para receber, mas seja firme.

Tenha jogo de cintura ao fazer uma cobrança. Primeiramente faça o relacionamento, demonstre seu interesse em ajudar o cliente, e então pergunte com gentileza se houve algum problema com o pagamento.

 

Implemente um processo de recebimento em sua empresa.

Implemente um processo de cobrança em sua empresa.

#4. Peça por um pagamento mínimo em contas vencidas

Esse método de coleta é normalmente utilizado por empresas de cartão de crédito, mas você também pode usar.

Alguns de seus clientes podem estar operando uma estratégia para maximizar o pagamento em dinheiro disponível quando seus clientes estiverem atrasando o pagamento.

Você pode geralmente emitir uma fatura com 30 dias de prazo para pagamento. Quando os 30 dias se passarem, você começa a perceber que pode esperar 60 dias, ou mais, para receber o pagamento.

Você pode mostrar que compreende a situação de seus clientes e solicitar que eles paguem uma parte do saldo que lhe devem como um gesto de boa vontade.

Isso define um plano de pagamento que garante o pagamento integral, durante um período prolongado. Se houvesse um risco de inadimplência aqui, você o minimizou com essa ação.

Além disso, se o seu cliente compra de você com recorrência, você ainda pode oferecer o pagamento mínimo como uma maneira de permitir que ele continue comprando, e que vocês façam negócios juntos.

#5. Ofereça opções de descontos e recompensas

Algumas empresas oferecem aos seus clientes um desconto por pagarem em dia. Se você está tendo dificuldade em receber pagamentos, ofereça um desconto em sua próxima fatura como um incentivo para pagar em dia.

Se você já tiver esperando pagamento, há um efeito negativo sobre o seu fluxo de caixa. Só que agora, se você dá desconto, você diminui o seu efeito negativo se der um desconto para quem paga em dia.

Esse método também pode ser empregado onde o trabalho foi concluído, mas acontece algum problema depois disso.

Se o seu cliente, por exemplo, está exigindo um reembolso, ofereça um desconto na próxima fatura. Isso permite que o bom relacionamento continue, e garante que você tenha mais trabalho no futuro.

#6. Políticas de cancelamento e protesto para contornar a inadimplência

Independentemente da boa vontade, atitude e metodologia de cobrança adotada pela sua empresa, alguns clientes sempre irão atrasar, seja por conta da desorganização interna que têm, ou mesmo da sua situação financeira.

Nesses casos, é muito importante você saber minimizar os riscos para não perder mais. Se você vende produtos e utiliza boletos como forma de pagamento, você pode ter um política de protesto dos títulos após 15 dias atraso, por exemplo. Infelizmente muitos clientes só tornarão seu pagamento uma prioridade em relação aos outros pagamentos, quando receberem uma notificação do cartório. Embora esta política pareça bem agressiva num primeiro momento, está se tornando cada vez mais comum no mercado.

Se você aluga ou comodata máquinas de café, corte o envio de produtos, retire as máquinas ou corte o “cafézinho” após um período de atraso. Sem dúvidas este método também é muito eficaz.

Vale ressaltar que estas políticas precisam ser muito bem elaboradas e precisam estar claras para o seu cliente desde o início, pois, caso a política seja aplicada sem a devida precaução e conhecimento prévio do seu cliente, certamente você estará criando outros problemas de relacionamento para a sua empresa.

Não se cale

Se a sua empresa está tendo problemas para receber de seus clientes, e parece que o problema não será solucionado tão cedo, não tenha medo de tirar o telefone do gancho e cobrar.

Afinal, você prestou um serviço e tem todo o direito de receber por ele. Se o seu pagamento não caiu na sua conta, e o seu telefone não toca, quebre o silêncio. O seu cliente sabe que deve a você.

Implemente as dicas acima e diminua sua inadimplência!

Expovending & OCS 2015

 

Software para gestão de Vending & OCS | AMLabs | Controle de inadimplência

Problemas com inadimplência? Veja como o software para gestão de Vending & OCS da AMLabs pode te ajudar a diminuir seu risco. Alertas automáticos para clientes inadimplentes e boletos registrados com protesto automático. Clique na imagem e saiba mais!